Wilson Witzel censura blogueiro e aprova lei que só proíbe bandidos condenados à Maria da Penha

Share:

Ao interpelar o Sr. Gov. Wilson Witzel sobre a inconstitucionalidade de uma lei que proíbe a contratação de homens condenados à Maria da Penha, por parte da administração pública, a equipe do governador tomou as medidas mais draconianas possíveis, só vistas à época da ditadura: pediu o bloqueio do internauta Bruno Giordano por "discusso de ódio".

A contestação, bastante válida, resguardava-se no argumento: Por que somente criminosos condenados à lei Maria da Penha seriam proibidos de serem contratados pela administração pública? E os corruptos? E os assassinos? E os matadores de pais de família.

Isto foi suficiente para assanhar o governador e sua equipa de ditadorzinhos de mouse: o usuário agora está com 7 dias de suspensão e seu meme foi retirado do ar. Tudo isto porque o questionamento obteve ampla repercussão na internet e Witzel não gosta de ser contraríado.

Se esta é a nova era, o apoiador do Bolsonaro, mostra-se como um herdeiro da ditadura, turbinado pelo que já agora enquadrar-se-á como "discurso de ódio".

Segue a lei do Sr. Witzel. Repare que somente bandidos condenados na Ma da Penha são proibidos. Os demais, continuam livres para serem elencados a cargos comissionados, caso assim sejam.

Por Bruno Giordano

Nenhum comentário