Foi Para lacrar: Roteirista de Cavaleiros do Zodíaco Explica porquê Shun é mulher.

Share:

Eugene Son, roteirista dessa nova leva de Saint Seya: os cavaleiros do zodíaco, um desenho em 3d para o Netflix, pede desculpas por destruir o cânone do animé (amazonas sem máscara, violência reduzida, animação 3d com personas infantilizadas etc), mas vai continuar fazendo as mudanças. O famoso matar e mandar flores...

A única coisa que me preocupava: os Cavaleiros de Bronze com Seiya de Pégaso são todos caras.
Mas trinta anos atrás, um grupo de garotos batalhando para salvar o mundo sem garotas em volta não era um problema. Esse era o padrão.
Agora o mundo mudou. Garotos e garotas trabalhando lado a lado é o padrão. Nós estamos acostumados a ver isso. Certo ou errado, o público poderia interpretar uma equipe totalmente masculina como nós tentando dizer alguma coisa
"Se você achar que isso é estranho e não gostar disso, eu entendo. Mesmo dentro da Toei, teve muito “Você tem CERTEZA disso?” Muitos dos fãs hardcore de Shun realmente amam o Shun. Mas eu espero que você esteja disposto a conferir quando estiver disponível e ver o que acha.
Mas eu sabia que isso seria controverso. Eu não vejo isso como mudar o personagem. O Andrômeda Shun original ainda é um ótimo personagem.

Mas isso é uma nova interpretação. Uma abordagem diferente.
Então se você odiar isso (e eu) e disser “Essa nova série não é pra mim” – sem problemas. Eu entendo. Eu aprecio o seu amor por Seiya.

Eu sei que alguns (muitos?) de vocês já odeiam isso. Mesmo na Toei, Andrômeda era o personagem favorito deles e isso parece um tapa na cara."
O que Eugene deixou claro foi: vamos lacrar, desculpe, mas vamos. Os fracassos sucessivos da cultura do lacre para agradar os novos tempos e os novos fãs (Ghostbusters, Tomb Raider- A origem, Battlefield V etc), sejam lá quais foram, visto que a maioria detesta estas alterações, não ensinaram nada aos roteiristas engajados que enxergam o mundo por uma lente muito peculiar: Quando a inclusão não é orgânica, não serve ao roteiro para contar uma boa história, ela é inútil e panfletária;

Nenhum comentário